" border="0" /> " border="0" />

Selinho de Destaque


Free JavaScripts provided
by The JavaScript Source

26 dezembro, 2009


Bons motivos para tomar leite


tomar-leite
Tomar leite diariamente faz tão bem à saúde que uma pesquisa da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) provou que uma dieta rica em cálcio ajuda a reduzir a gordura corporal, principalmente a abdominal, ou seja, a famosa barriga de chope. O estudo foi feito com 50 pacientes obesos, divididos em dois grupos: um que seguia uma dieta com pouco cálcio e o outro com a dose recomendada do mineral, que varia entre 1.000 mg e 1.200 mg por dia (1.000 mg de cálcio eqüivalem a três copos de leite, uma fatia média de queijo branco ou um pote de iogurte). No grupo em que a ingestão de cálcio foi maior, a perda da gordura abdominal foi bastante significativa, em média 8 centímetros. Quase 3 centímetros de diferença do grupo que não consumiu o mineral. “Verificamos que a falta de cálcio no organismo estimula o acúmulo de gordura corporal. Portanto, o consumo adequado desse mineral ajuda a normalizar o metabolismo. Além disso, o cálcio inibe a produção de cortisol, hormônio que pode contribuir para o acúmulo de gordura”, sugere a nutricionista Márcia Simas, da UERJ. “Quem não ingere leite na quantidade ideal pode perder massa óssea, principalmente as mulheres”, destaca a nutricionista. O nutrólogo Edson Credidio, doutor em Ciências de Alimentos da Universidade de Campinas (Unicamp), lembra que um trabalho feito pela USP mostrou que o aumento do consumo de cálcio na alimentação induz as pessoas a comer mais fontes de proteínas (leite, iogurte, queijos e carnes), sobrando menos espaço para os carboidratos (massas, pães, arroz). Com isso, a pessoa tende a perder peso. “E bom frisar que esse é mais um empurrão na batalha contra a obesidade, já que as proteínas prolongam a saciedade”, garante.


COMBATE À OSTEOPOROSE
A ingestão dessa quantidade de cálcio na dieta tem ainda outra vantagem. Segundo Márcia, essa é a recomendação para que um adulto se previna contra a osteoporose, doença que se caracteriza pelo enfraquecimento dos ossos. O nutrólogo Edson Credidio lembra que ao longo da vida é preciso fazer uma espécie de “poupança de cálcio”. “Para evitai’ a osteoporose, é importante assegurar bons níveis do nutriente desde cedo. O ideal é que o esqueleto acumule grande quantidade do mineral até os 30 anos. Depois dessa idade, começam as perdas”, avisa. “Quando falta um nutriente no sangue, o organismo vai buscá-lo nos ossos, que acabam mais fracos e sujeitos a fraturas”, afirma. “Infelizmente, os adultos no Brasil consomem uma média de 500 mg’de cálcio, quando a recomendação é o dobro”, considera. Segundo o médico, talvez seja essa a razão pela qual a osteoporose seja considerada como um problema de saúde pública. “Estima-se que atinja 25% das mulheres com mais de 50 anos e 13% dos homens depois dos 70 anos”, avisa. “Para dar uma força à ação do cálcio e blindar ainda mais o esqueleto, é importante, além de consumir leite, expor-se ao sol durante 15 minutos por dia”, aconselha. “A vitamina D é absorvida com a luz solar e ajuda as células do intestino a absorver o mineral”, justifica. Segundo o médico, mesmo um adulto que tomou pouco leite na infância e na adolescência pode reverter o problema se passar a tomar a partir de agora as doses diárias recomendadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...Já comentaram! Mas falta você, meu anjo!

Me mande um email!

Me mande um email!
ira-espacomulher@hotmail.com

Arquivos

Minha lista de blogs

Recadinho!!!

MSN