" border="0" /> " border="0" />

Selinho de Destaque


Free JavaScripts provided
by The JavaScript Source

08 março, 2010

Infertilidade masculina

Infertilidade masculinas:


Algumas causas:


Infecção e infertilidade masculina:

O homem em idade fértil apresenta grande incidência de infecções do trato genital sem apresentar os sintomas. No caso de suspeita, pode-se realizar a cultura do sêmen para identificar a infecção principalmente para clamídia, micoplasma, gonococos e outros microrganismos. 

As bactérias afetam adversamente os espermatozóides:

1) estimulam a formação de anticorpos que prejudicam a motilidade e a vitalidade das células espermáticas

2) imobilização dos espermatozóides por aderência bacteriana

3) alteração da função secretora da próstata e vesícula seminal podendo alterar o pH do sêmen prejudicando os espermatozóides.

Varicocele: 


Define-se como uma dilatação do plexo venoso pampuliforme que irriga o testículo. Essa dilatação prejudica a nutrição do tecido alterando consideravelmente a produção e a qualidade dos espermatozóides. Relata-se que a correção cirúrgica da varicocele melhora a espermatogênese (produção de espermatozóides) em 50 a 80% dos pacientes.

Homens com varicocele podem apresentar alterações na qualidade do sêmen como diminuição da concentração, da motilidade e morfologia.

Alguns estudos demonstram que o tratamento cirúrgico da varicocele tem melhores resultados quando a concentração inicial é maior que 10 milhões de spz/ml de sêmen.



Fator imunológico: 



Os espermatozóides são células antigênicas, isto é, sua presença no sangue estimulam a produção de células de defesa, os anticorpos. Para isso no testículo existe uma barreira que evita o contato dos espermatozóides com a corrente sanguínea para evitar a ação do sistema imunológico na produção de anticorpos antiespermatozóides.

Quando esta barreira é comprometida, por trauma físico, pancada, infecção, medicações etc. Ocasiona a formação de anticorpos que irão se ligar nos espermatozóides imobilizando-os.
Teste das microimunoesferas

Os anticorpos antiespermatozóides diminuem a fertilidade através de inibição da penetração dos espermatozóides no muco cervical presente na entrada do útero. Reduzem a capacidade do espermatozóide de se ligar ao óvulo impedindo a fecundação, a divisão do embrião e até sua implantação. Os fatores imunológicos são causas bem comuns de infertilidade devendo ser investigados e tratados.



Análise do sêmen:



 O espermograma é o primeiro exame laboratorial a ser solicitado sendo necessário pelo menos duas amostras para uma conclusão diagnóstica.



Outros antecedentes e alguns hábitos pessoais também podem determinar a existência de espermatozóides com baixa motilidade (capacidade de movimento) e vitalidade , entre eles: certos tipos de cirurgias, traumatismos, uso de drogas (tanto entorpecentes quanto algumas substâncias químicas terapêuticas podem provocar degeneração das células germinativas), álcool, atividade sexual (abstinência prolongada, ou a freqüência aumentada, pode diminuir a capacidade de fecundação do homem, em alguns casos), temperatura (o calor excessivo é prejudicial aos testículos, doenças que causam febre produzem alterações nos níveis de espermatozóides, a mudança súbita de temperatura externa e de altitude, como por exemplo passando-se rapidamente de uma região fria para outra quente e úmida, pode diminuir a fertilidade masculina durante algum tempo), nutrição (a boa alimentação influencia o desenvolvimento e função das glândulas genitais), vitaminas (há estudos mostrando que o homem precisa das vitaminas A e E para se manter fértil, embora ainda haja muitas dúvidas sobre o assunto, a falta acentuada de vitamina A produz lesões progressivas nas células germinativas, considerando que o sêmen é constituído de vários sais minerais), doenças como diabetes (acarreta lesões vasculares e neurológicas, que podem levar à diminuição da fertilidade, ou mesmo à impotência) e, finalmente, o stress (fatores emocionais podem influenciar diretamente a diminuição do número de espermatozóides, segundo alguns estudos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

...Já comentaram! Mas falta você, meu anjo!

Me mande um email!

Me mande um email!
ira-espacomulher@hotmail.com

Arquivos

Minha lista de blogs

Recadinho!!!

MSN